Paragem é parte integrante da pesquisa "O Lado de Dentro", iniciada em 2002.
Fotografia, vídeo e instalação são os elementos constitutivos desta pesquisa que representam  o rebatimento, o reflexo e a multiplicidade de imagens, criando assim, uma realidade expandida pelo espelho, um estranhamento que gera a reflexão. O Trabalho foi realizado, da janela de um trem, onde o indeterminado é que se descortina como paisagem.
“O que faz, então, um lugar tornar-se paisagem? Um lugar, diz Lyotard, tem de ser como um templo para se fazer paisagem. Um templo, espaço-tempo neutro, sem historia nem geografia. Onde o caminhante solitário pode impor silêncio à intriga dos desejos e da inteligência. Não é preciso ter experiências ou opiniões sobre a paisagem. Ela existe sem associações ou sínteses. É preciso emudecer o espírito para que possa aparecer a paisagem.” 
Ver o Invisível - Nelson Brissac Peixoto
paragem
2010
instalação
lado esquerdo
lado direito
sobre

1/1