Paragem é parte integrante da pesquisa "O Lado de Dentro", iniciada em 2002.
Fotografia, vídeo e instalação são os elementos constitutivos desta pesquisa que representam  o rebatimento, o reflexo e a multiplicidade de imagens, criando assim, uma realidade expandida pelo espelho, um estranhamento que gera a reflexão. O Trabalho foi realizado, da janela de um trem, onde o indeterminado é que se descortina como paisagem.
“O que faz, então, um lugar tornar-se paisagem? Um lugar, diz Lyotard, tem de ser como um templo para se fazer paisagem. Um templo, espaço-tempo neutro, sem historia nem geografia. Onde o caminhante solitário pode impor silêncio à intriga dos desejos e da inteligência. Não é preciso ter experiências ou opiniões sobre a paisagem. Ela existe sem associações ou sínteses. É preciso emudecer o espírito para que possa aparecer a paisagem.” 
Ver o Invisível - Nelson Brissac Peixoto
paragem
2010
instalação
lado esquerdo
lado direito
sobre
Ateliê Aberto. Campinas SP
Ateliê Aberto. Campinas SP
Ateliê Aberto. Campinas SP
Ateliê Aberto. Campinas SP
Ateliê Aberto. Campinas SP
1/1